PT | EN


Suporte a Idiomas

A plataforma cms@plako suporta um número variável de idiomas. Por defeito, qualquer projecto contempla já um idioma à escolha (Português, Inglês...). Para cada idioma adicional é apresentado um custo que representa o esforço de complexidade adicional resultante da necessidade de separar os termos a traduzir existentes no esqueleto do website e da complexidade adicional de que é alvo o gestor de conteúdos devido à introdução do suporte de multi-idiomas.

Características inerentes à plataforma:

  • O sistema de geração do mapa de tradução e reposição do mesmo já traduzido é realizado pelo parceiro através de função própria disponível em https://project.<DOMINIO>.

  • Todo o processo de geração de mapa e integração do mesmo não requer intervenção da Plako. A pesquisa e identificação dos termos a traduzir é um processo todo ele automático;

  • O custo da aplicação de um idioma adicional é constante e independente do número de interfaces do projecto;

Ao nível da organização da informação é igualmente importante referir que qualquer módulo suporta um de dois sistemas:

  • Os registos de informação nos diferentes idiomas não estão relacionados entre si. Isto é, um registo num determinado idioma não obriga à existência do mesmo registo noutro idioma. Com este sistema é possível ter dois websites com conteúdos completamente diferentes para cada um dos diferentes idiomas. Um exemplo prático onde este mecanismo poderá ser oportuno é, por exemplo, na utilização do módulo de informação para colocação de notícias. Uma notícia introduzida no idioma em Português não obriga que seja introduzida uma notícia no idioma em Inglês. Desta forma, as notícias que são apresentadas no idioma em inglês não são iguais às apresentadas no idioma em Português.

  • Os registos de informação nos diferentes idiomas estão fortemente relacionados. Neste modelo, a introdução de um registo obriga a introdução / apresentação de cada um dos textos nos diferentes idiomas. Este modelo é particularmente importante para ser utilizado em produtos e árvores de categorias no contexto de lojas online, por exemplo. Nestes casos é fundamental que o produto seja o mesmo, independentemente do idioma a aplicar. O mesmo princípio deverá ser aplicado à categoria de produtos. Desta forma, torna-se possível identificar somente uma categoria para um produto e o sistema fica totalmente responsável de apresentar a categoria no respectivo idioma. Com o modelo anterior, esta funcionalidade é impossível de concretizar.

O gestor de conteúdos do sistema cms@plako contém dois idiomas base: Português e Inglês. No entanto é perfeitamente possível acrescentar mapas de tradução para outros idiomas. Esta operação está dividida em duas partes:

  • Partes e termos comuns e transversais a toda a aplicação. São os termos que não estão directamente relacionados com o projecto em concreto. Exemplos de termos desta categoria são as palavra “Gravar” e “Cancelar”. A apresentação dos termos para estes casos não acarreta qualquer custo adicional para o parceiro. E só requer execução de tradução se o idioma destino ainda não estiver disponível no CMS.

  • Partes específicas e termos próprios do projecto. Estes termos são os nomes das opções específicas do projecto, os títulos das opções, alguns nomes de campos, etc... Neste modelo, a introdução dos termos no mapa implica um custo proporcional ao número total de termos a traduzir.

Em qualquer um dos modelos apresentados, a responsabilidade pela realização da tradução é sempre do parceiro. No entanto, a Plako poderá apoiar a geração de mapas de tradução através da apresentação automática de termos traduzidos.


© Copyright 2004- Plako